Faaaaaala GP, tudo bem?

Cada vez mais a tal transformação digital está tomando espaço nas empresas e inclusive nas nossas vidas. A Internet das coisas está cada dia mais real e mais próxima do nosso dia-a-dia!

Você já teve a sensação de que seus dispositivos móveis e até mesmo sua Smart TV têm o poder de escutar suas conversas? Algumas vezes, confesso, que já tive a sensação de que eles estão lendo meus pensamentos rs!

Lembro-me quando eu era criança assistia a família Jetsons e tudo aquilo parecia tão tão tão distante, parecia tão utópico, mas o desenho retratada de forma lúdica e simples o que hoje chamamos de transformação digital!

Enfim, o futuro chegou!

Você deve estar pensando “nossa a Jacque realmente está viajando na maionese, qual a relação dos Jetsons com a gestão de projetos?”.

Não estou ficando maluca não!

O Gartner fez um estudo e concluiu que até 2030 cerca de 80% do trabalho de um gestor de projetos será substituído por inteligência artificial! E que até 2023 teremos um cenário de inovação disruptiva nesse mercado!

Você pode estar pensando: “caracas então vou precisar arrumar outra profissão?”!

Muita calma nessa hora!

O que será substituído é o trabalho administrativo e manual! É fazer com que o gestor deixe de ser um verdadeiro “office boy de luxo” e passe a gerir de forma efetiva. Vamos transformar a forma de elaborar um plano e principalmente de controla-lo.

As plataformas de PPM (Portfólio & Project Management) ganharão cada vez mais espaço nas organizações.

A gestão será cada vez mais colaborativa e descentralizada, a equipe terá cada vez mais autonomia para definir os seus “COMOS” para alcançar o resultado esperado.

Desde 2017 eu tenho trabalhado no conceito de que o Gerente de Projetos morrerá muito em breve, assim como aconteceu com profissões consolidadas no passado: caixa de banco, contadores e muitas outras que foram substituídas pelo uso da tecnologia, pela tal transformação digital.

“Como assim? Ela realmente pirou rs…”

Sim, sim, na minha visão a gestão de projetos passa a ser uma habilidade obrigatória para toda a liderança de uma empresa e um PMO será usado como “cola” e garantirá que toda a liderança estará remando para o destino correto!

Mas, como um PMO dará conta de tudo isso? Utilizando cada dia mais a tecnologia como sua aliada!

Hoje as plataformas de PPM já são ferramentas simpáticas que permitem ações colaborativas, gestão descentralizada e já contribuem com o gestor na automação de reportes e notificações!

Enfim, já estamos vivendo essa transformação! Nosso próximo desafio é tornar essas ferramentas cada vez mais empáticas! Cada vez mais inteligentes!

Assustador?

Depende apenas de você! Depende do lado que você decidir ficar!

Bora inovar  em nossas empresas? Bora viver o futuro? Bora viver uma nova era?

Para quem quer se aprofundar um pouco mais no estudo, clique para ler uma matéria bem interessante!

Um forte abraço!

#projetoTransforma #oFuturoChegou #transformacaoDigital #eraJetsons #pmoDoFuturo

3 thoughts on “A Morte do Gerente de Projetos e o Nascimento de uma Nova Era!

  1. Olá GP! Até escrevi num outro post que você estava há muito sem escrever nada, mas ainda bem que retornou! Desde nossa última interação eu fiz uma Pós Graduação em Gestão de Projeto, estou estudando o PMBoK 5ª Edição, fiz outra pós em Segurança da Informação. Então esse tema é deveras muito interessante para mim. Força e honra!

  2. Ótimo Post, Jacque!

    Esta realidade esta se consolidando nas empresas. O papel do gestor de projetos se transformou em um facilitador da execução estratégica, as organizações sempre terão projetos quer os chame de iniciativas, empreendimentos ou novos produtos e operações o que faz um gestor de projetos ser necessário é sua capacidade de ver através da experiência oportunidades e riscos que outros não percebem.

    Compartilho 3 links que considero importantes para nos atualizarmos::

    1 – Arco Execução de Estratégias: (entendo e executando a estratégia de na empresa):
    https://lucianolog.wixsite.com/arcoestrategias/single-post/2018/10/22/Agilidade-estratégia-execução-adaptação-e-mais-agilidade-Parte-II-Foco-no-objetivo-do-negócio

    2 – Open Roads Huawei – Iniciativa de Transformação Digital (incluindo um programa de certificação):
    https://openroadscommunity.com/

    2 – CXO Transformação Digital (Programa de certificação e conteúdos da CXO:
    https://cxotransform.com/

    Luciano Silva
    Especialista em Gestão Estratégica

  3. Graaande Jacque Torres. Acompanho seu trabalho desde a sua primeira divulgação, por sinal exatamente via web. Foi um deslumbre. Verdade! Você não está pirando não, e essa visão de diluição do gerenciamento de projetos entre outros processos de gestão e controle, vem ocorrendo há muito. Não sei quem começou, contudo fosse reinventar, (o ovo – o galo ou a galinha?). As criações originais modificadas (parecem fenômenos de Lavoisier) se espalham como farofa ao vento. E ainda, não fosse a gravidade, já teria projetado aquelas capsulas para meus netos irem para escola como os Jetsons, e com toda certeza, o mundo inteiro. Tenho pensado muito em como produzir com originalidade ante tantas reproduções multiautorais. ae mesmo o pensamento já vem com ruído. Ao propósito; o galo e a galinha andam conversando em como produzir na origem um ovo cozido, sem casca e pronto para ser ingerido (rsrsrs). exemplo de originalidade. Mantenha seu sucesso, abços..

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *